Foto: Valter de Paula - Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Nesta terça-feira (31/01), a Prefeitura de Uberlândia (MG) realizou uma mentoria para cerca de 50 servidores e colaboradores da administração pública chamada “Investigações e Medidas Disciplinares”, no Auditório do Procon.

Essa capacitação – que é uma continuidade às ações de implantação do Plano de Integridade Municipal – foi feita pela diretora institucional da Rede Governança Brasil (RGB), Elise Brites, teve o aval do prefeito Odelmo Leão e contou com o apoio do Instituto Latino-Americano de Governança e Compliance Público (IGCP) e da Escola de Governo da Secretaria Municipal de Gestão Estratégica. O evento segue até esta quarta-feira (1º).

Na ocasião, foram apresentados casos práticos aplicados à rotina de servidores que atuam com o Processo Administrativo Disciplinar (PAD), com o Processo de Apuração e Responsabilidade (PAR), ou ainda, com aqueles que apuram desvios éticos e de conduta.

Elise Brites – que também é professora, advogada, auditora-líder, administradora e agente de Compliance – afirmou que a mentoria surge como um espelho e reflexo orientativo, que é capaz de influenciar boas e melhores práticas para a atividade diante de experiências anteriores. Segundo ela, o objetivo desta mentoria presencial é estimular o crescimento pessoal e profissional de todos os participantes do município mentorado.

“Faz parte da boa prática de governança pública detectar, sanear e remediar eventuais desvios, de forma que a mentoria dos servidores que atuam com a temática, fortalecerá o ambiente da administração pública. Por este motivo, estamos empenhando esforços para apresentar aos mentorados ferramentas para ampliar o desenvolvimento profissional, com orientações assertivas para os desafios da atividade de investigações internas e medidas disciplinares”, enfatizou.

Vale destacar que um dos pilares do Plano de Integridade de Uberlândia são as medidas correcionais; afinal, só há integridade pública quando o órgão tem capacidade de identificar as violações e promover ações corretivas. Por isto, para o procurador do município, membro do grupo executivo responsável pela implantação do Plano de Integridade, José Júnior Alves da Silveira, esta mentoria está sendo fundamental para a efetividade do Programa de Integridade.

“Neste primeiro dia foram abordadas as características e o perfil do profissional que atua nesta área, bem como as diversas técnicas de investigação utilizadas nestes procedimentos. E essa troca de experiência é de suma importância para a capacitação dos servidores públicos municipais de Uberlândia”, disse.

No evento, os servidores puderam entender mais sobre o que é uma investigação e para que ela serve; obtiveram instruções de como identificar expressões faciais e detectar mentiras; ficaram sabendo mais sobre os tipos de fraudes e como preveni-las; sobre transtornos de personalidades; enfim, uma super aula com metodologias e técnicas para coletar, analisar e consolidar evidências, com o objetivo de verificar e documentar a existência de autoria e materialidade de um suposto desvio, de modo que as evidências sejam juridicamente válidas.

Assessoria de Comunicação do IGCP

Foto: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *